Escolha a área que deseja acessar IR PARA O WEBTRIEVE

PERGUNTAS
FREQUENTES

Análise de óleoColetaLogísticas360Ensaios
  • 1.
    O que é análise de óleo e por quê devo fazê-la?

    A análise de óleo é uma ferramenta de diagnóstico, manutenção preditiva que tem o principal objetivo monitorar e avaliar as condições do lubrificante e equipamento. Ela permite que você maximize o desempenho e a confiabilidade dos ativos, identificando pequenos problemas antes de se tornarem grandes falhas. Pode prolongar com segurança os intervalos de drenagem de óleo e, em última instância, a vida de seu equipamento - economizando tempo e dinheiro. Saiba mais

  • 2.
    Com que frequência devo realizar a coleta no meu equipamento?

    Embora as recomendações do fabricante do equipamento original forneçam um bom ponto de partida para o desenvolvimento de práticas preventivas de manutenção, os intervalos de amostragem podem variar facilmente. A importância de uma peça de equipamento para a produção é uma consideração importante para determinar a frequência de coleta, assim como fatores ambientais como condições de operação quentes e sujas, viagens curtas com cargas pesadas e tempos de ociosidade excessivos. Saiba mais

  • 3.
    Quais tipos de análises a Oilcheck analisa?

    - Óleo lubrificante
    - Liquido de arrefecimento
    - Graxa
    - Diesel Saiba mais

  • 4.
    Eu posso escolher os ensaios da análise?

    A Oilcheck tem dois modelos de escopos já definidos para equipamentos móveis e industrial. Dentro de cada escopo você pode definir a análise de interesse. Saiba mais

  • 5.
    Posso utilizar o mesmo frasco para todas as análises?

    Sim, o frasco foi desenvolvido para ser usado em todos os tipos de análise, além de ser lacrado de fábrica. Saiba mais

  • 6.
    Eu pago pelos kits?

    Não. A Oilcheck fornece o kit gratuitamente e o cliente só paga pelo serviço de análise.

  • 7.
    Existe um número mínimo de amostras que devo realizar?

    O ideal é que se façam 12 coletas em cada compartimento para que se tenha o histórico do equipamento. Saiba mais

  • 8.
    Eu preciso de alguma ferramenta para realizar a coleta?

    Sim, no momento da coleta é necessário ter uma bomba ou uma válvula de coleta que auxiliará a saída do fluído e evitará a contaminação externa. Procure os nossos consultores para mais informações. Saiba mais

  • 9.
    Como devo coletar o óleo?

    Após a chegada dos kits, siga o passo a passo para realizar a coleta de todos os compartimentos do plano de manutenção. Para uma coleta do óleo perfeita, o equipamento deve ser movimentado e ter todos os seus implementos acionados para que o óleo circule pelas peças, mantendo as partículas em suspensão.

    É importante lembrar que se o equipamento esteve sem funcionamento por mais de 30 minutos, ele deve ser movimentado novamente. Siga o passo a passo para realizar a coleta de todos os compartimentos do plano de manutenção.

    Para a coleta, basta cortar a mangueira com aproximadamente um palmo maior do que a vareta de nível. No caso do bocal de enchimento, o tamanho deve ser suficiente para atingir no máximo 5 cm do nível do óleo de reservatório.

    O passo seguinte é prender a mangueira na bomba, de modo que a ponta não entre no frasco de coleta. Aperte a porca para que a mangueira fique firme e destampe o frasco de coleta, guardando a tampa no saquinho e prendendo o frasco na bomba. Para garantir que não haja contato da bomba com o óleo, mantenha-a sempre na posição vertical.

    Insira a mangueira no fundo do bocal de enchimento ou no tubo da vareta de nível e bombeie. Caso o óleo não seja filtrado, desça um pouco mais a mangueira no reservatório. Assim que o frasco estiver cheio, solte a porca da bomba para que o ar entre e o óleo pare de ser puxado. Puxe a mangueira do reservatório com cuidado e depois retire o frasco da bomba também cuidadosamente, tampando-o imediatamente.

    Com a bomba na posição vertical, empurre a mangueira para baixo e limpe-a bem. Vire a bomba com a ponta da mangueira para cima e limpe novamente. Depois, basta puxar a mangueira para baixo. É importante ressaltar que a mangueira não deve ser reutilizada, devendo ser descartada em local apropriado.
    Saiba mais

  • 10.
    Em qual endereço eu envio a amostra?

    Para o laboratório Oilcheck: Av. Severino Ballesteros Rodrigues, 627 - Ressaca - Contagem/MG. CEP: 32110-005

  • 11.
    Tenho que enviar todas as análises de uma vez?

    Não, o cliente pode enviar os kits quando julgar necessário. O kit comprova que o cliente possui em serviço pago e pode usar quando quiser.

  • 12.
    Qual a validade da minha coleta?

    A coleta não tem validade mas por se tratar de uma manutenção preditiva não é recomendado estocar a amostra de óleo. Então, após a coleta deve ser enviada imediatamente.

  • 13.
    Estou com um equipamento parado esperando o resultado de uma amostra para tomar a decisão de trocar ou não o óleo, posso solicitar prioridade para essa amostra?

    Sim, o cliente deve entrar em contato com o SAC- Serviço de Atenção ao Cliente pelo e-mail sac@grupooilcheck.com.br ou Wahtsapp (31) 99978-6003 e pedir que a amostra seja analisada em caráter de urgência. Saiba mais

  • 14.
    Como faço para enviar informações de amostra?

    A Oilcheck possui um sistema que todo cliente tem acesso e pode enviar informações de amostra com precisão e eficiência. O Sistema 360 pode ser acessado através do site da Oilcheck no canto superior direito - Área do Cliente - acessar sistema 360 ou diretamente no site s360.com.br Saiba mais

  • 15.
    Tenho que solicitar meu login do Sistema 360?

    O login e senha serão gerados através do sistema e enviados por e-mail automaticamente após o faturamento do pedido. Como medida de segurança orientamos alterar sua senha no primeiro acesso.

    Dicas para o primeiro acesso:

    - Certifique-se que o seu navegador possua os
    requisitos básicos de acesso ao sistema.
    (Ideal que seja Google Chrome versão atualizada).

    - Verifique o link do nosso novo sistema.
    O acesso ocorrerá somente por ele s360.com.br

    - Não é recomendado copiar e colar login e senha diretamente nas abas.

    O correto para o primeiro acesso é digitar os dados.
    Saiba mais

  • 16.
    Como faço o pré registro da amostra no sistema 360?

    O ideal é que o pré-registro seja feito antes de enviar a coleta pois agiliza todo o processo de identificação e diminui as chances de um possível erro. Acesse o menu “Equipamentos” e depois clique no segundo ícone “Registrar Coleta” no equipamento desejado no campo Listagem. Saiba mais

  • 17.
    É possível cadastrar várias unidades ou obras no Sistema 360?

    Sim, o sistema 360 é muito versátil e adaptável às necessidades de cada cliente. Além de poder cadastrar várias unidades e usuários, também pode ser personalizado com logo do cliente. Saiba mais

  • 18.
    Como posso interpretar os resultados, um vez que não tenho conhecimento técnico para entender?

    A Oilcheck possui um programa chamado Interpretação Ativa, que tem o objetivo de entrar em contato com o cliente, após o envio dos relatórios para conversarmos sobre um caso de maior criticidade criando uma oportunidade de esclarecer dúvidas sobre a interpretação e receber mais detalhe sobre as ações necessárias. Saiba mais

  • 19.
    Quanto tempo leva para processar uma amostra?

    A Oilcheck processa as amostras dentro do prazo de 24h para equipamentos móveis e 72 horas para equipamentos industriais com a seguinte condição: o pré registro deve feito dentro do Sistema 360. Os resultados e as recomendações estão disponíveis através do SISTEMA 360 em tempo real. Os relatórios também podem ser baixados em PDF. Saiba mais

  • 20.
    Quais as vantagens de realizar o pré-registro?

    O pré-registro possibilita a redução de tempo de entrega dos resultados, o acompanhamento de todo o processo de análise, o cadastro livre de erros e a criação de histórico do equipamento. Saiba mais

  • 21.
    Como vejo a saúde dos equipamentos?

    Após realizar devidamente o registro de seus equipamentos no sistema, clique em “Saúde do Equipamento”. Saiba mais

  • 22.
    O que significam os status dos relatórios?

    Os 5 status de amostras de óleo (Normal, Atenção, Anormal, Crítico e Importante) definem o tipo de ação que você precisa realizar em seu equipamento.

    Status Normal: Amostras normais nas quais não é necessário realizar nenhum tipo de ação.
    Status Atenção: Amostras nas quais algum dado é faltante ou inconsistente
    Status Anormal: Amostras nas quais é necessária a realização de alguma intervenção/inspeção, mas o tempo de ação não é urgente.
    Status Crítico: Amostras nas quais é necessária a realização de alguma intervenção/inspeção, com certa urgência.
    Importante: Não se limite a fazer somente as inspeções ou as ações sugeridas pelo nosso interpretador. Saiba mais

  • 23.
    Como funciona o app do sistema?

    Disponível para os sistemas Android e iOS, o app utiliza a mesma senha de acesso do Sistema 360 e notifica o usuário para cada recebimento de relatório, trazendo muito mais comodidade ao processo. Garantindo praticidade, o app conta com diversas funcionalidades:

    Login
    Filtro
    Amostras
    Detalhes
    Saiba mais

  • 24.
    O que devo fazer após realizar a coleta?

    Para agilizar a análise, efetue o pré-registro das amostras no site s360.com.br. As amostras coletadas deverão ser enviadas para o laboratório em Minas Gerais ou São Paulo. Saiba mais

  • 25.
    Por que devo optar pelo exame PQI?

    O PQI possibilita a antecipação de problemas de desgaste severo que pode não ser detectado precocemente por técnicas tradicionais de espectrometria de emissão atômica.
    Saiba mais

  • 26.
    Devo fazer análise de óleo em máquinas paradas?

    As máquinas paradas também estão sujeitas a possível contaminação em consequência de problemas de diferentes origens. Eles podem ser provenientes de inconsistência no próprio óleo lubrificante, no equipamento ou por fatores externos. A análise de óleo em máquinas paradas possibilita que os equipamentos estejam sempre disponíveis caso sua empresa necessite utilizá-los.
    Saiba mais

  • 27.
    O parâmetro PQI atende ao parâmetro “determinação de elementos de desgaste”?

    O PQI é usado para medir o desgaste ferroso de partículas de metal em óleo. Saiba mais

  • 28.
    A espectrometria por infravermelho no motor contempla: oxidação; sulfatos; glicol; nitrato; percentual de fuligem?

    Sim.

  • 29.
    A viscosidade a 40ºC para o motor, engrenagem e transmissão não foi listada nos parâmetros a serem analisados, é possível incluir?

    É possível incluir qualquer análise, porém será uma análise adicional e será tratada comercialmente. Saiba mais

  • 30.
    O parâmetro “determinação de elementos de desgaste” não foi listada nos parâmetros a serem analisados na transmissão, é possível incluir?

    O plasma contempla toda uma análise de desgaste, contaminação e aditivação. Saiba mais

  • 31.
    Como faço para acessar o s360?

    Para acessar o Sistema 360 basta digitar o endereço s360.com.br e inserir o Login e senha.
    Caso ainda não tenha um Login e Senha, favor solicitar ao SAC: alsmg.sac@alsglobal.com
    Caso tenha perdido o seu acesso, basta clicar em “Esqueceu a senha?” que o Sistema criará uma nova automaticamente e enviará por e-mail. Saiba mais

  • 32.
    Como visualizar ou editar um equipamento?

    Opções de ação - Botão “Ações”:
    Essa facilidade permite:
    ● Visualizar dados do equipamento
    ● Editar o equipamento
    ● Registrar nova coleta de amostra
    ● Editar a última coleta feita
    ● Remover a última coleta feita
    ● Imprimir um novo cartão de
    coleta caso tenha perdido. Saiba mais

  • 33.
    Como posso visualizar, enviar ou exportar um resultado de amostra?

    Menu de ações

    Para realizar as ações na lista, deve selecionar quais amostras deseja pelas caixas à esquerda, caso não sejam selecionadas, o sistema irá exportar todas as amostras. Saiba mais

  • 34.
    Como faço para inserir uma Coleta Avulsa?

    Ainda na Listagem de equipamentos há a opção de Adicionar Coleta Avulsa, que é o caso de quando é necessário registrar a coleta de um equipamento que não é específico, como um tanque de abastecimento ou um tanque hidráulico ou até mesmo um tambor de óleo. Saiba mais

  • 35.
    Quais são as funcionalidades do app do s360?

    Visando garantir a praticidade da análise de óleo, disponibilizamos para nossos clientes um aplicativo para celulares e tablets. Fazendo o download, você pode
    acompanhar as amostras em processamento, receber relatórios e checar as ações de inspeção de qualquer lugar. Baixe no iTunes ou na Google Play. Saiba mais

  • 36.
    Como cadastro um novo equipamento?

    O botão “Novo Equipamento” permite cadastro de novos equipamentos. Saiba mais

  • 37.
    Como configurar ou editar Obras e Unidades?

    Na aba de configurações, poderá conferir a Listagem de Obras e Unidades de sua empresa. Como também filtrar essa lista por Obra/Unidade, Cliente, Código Externo e se estão ativas ou não. Atenção: se a aba “Configurações” não estiver disponível, favor entrar em contato com o SAC da ALS. Na listagem poderá conferir se estão ativas, a quantidade de equipamentos ligados a elas e a quantidade de usuários. Para cadastrar novas, basta clicar no botão “+ Nova Obra/Unidade”. Saiba mais

  • 38.
    Como vejo a situação ou status das amostras enviadas?

    Para acessar os dados da amostra, basta clicar no número de identificação. Saiba mais

  • 39.
    O que tem no Dashboard?

    A tela inicial do sistema funciona como a caixa de entrada de um e-mail, onde é possível visualizar quantos relatórios por status você ainda não abriu. Como podemos ver abaixo, a partir do momento em que visualizar um crítico, a contagem cairá para 1.031. Saiba mais

  • 40.
    Como edito o meu usuário?

    Caso tenha algum erro do usuário cadastrado, basta ir em “Editar Meus Dados”. Saiba mais

  • 41.
    Como editar ou remover o último registro de coleta?

    No botão de ações da lista de equipamentos também é possível editar as
    informações inseridas no Pré-registro, caso tenha inserido alguma informação
    errada no processo. Porém, a única informação que não conseguirá editar é o
    Número do Frasco, para que o Sistema não perca a rastreabilidade da coleta. Caso tenha inserido o Número do Frasco incorreto, entre em contato com o SAC da ALS. Saiba mais

  • 42.
    Como enviar o retorno da inspeção?

    Sessão do Retorno de inspeção onde deverá conter as ações feitas pelo cliente após os resultados, seja para o laboratório, para mais suporte ou até para criação de estudos de caso. Para enviar o Retorno de inspeção basta no menu superior clicar em “Enviar retorno de inspeção”, assim uma caixa irá aparecer e deverá informar as ações tomadas. Saiba mais

  • 43.
    Onde vejo a lista e exporto os equipamentos cadastrados?

    Acesse "Listagem de Equipamentos". Apresenta todos os equipamentos, caso não tenha incluído nenhum filtro. Ao clicar nos cabeçalhos das colunas, é possível organizá-los por ordem crescente ou decrescente. É possível buscar por:
    ● Série/Chassi
    ● Tag/Frota
    ● Modelo
    ● Família
    ● Fabricante
    ● Código Externo
    ○ Informações ou tags de sistemas dos clientes, como SAP.
    ● Cliente
    ● Obra
    ● Área
    ● Setor
    ● Programa
    ● Status da Saúde
    O botão “Exportar Equipamento” permite que baixe/faça download de todos equipamentos cadastrados. O formato do arquivo será em Excel. Importante: a planilha exportada pode ser utilizada para conferir, padronizar ou atualizar dados e devolvida ao SAC para atualizar no Sistema. Saiba mais

  • 44.
    Onde vejo a lista de amostras enviadas?

    Na aba de “Amostras”, é possível conferir a listagem completa das amostras e os status de cada uma. E ainda filtrar por: número da Amostra/Kit, Cliente, Situação (Coletada, Segregada, Em Processamento, Finalizada, Cancelada ou Aguardando), Chassi/Série, Tag/Frota, Unidade/Obra
    Período da Entrada Laboratório, Período de Finalização de análise e Programa. Saiba mais

  • 45.
    Onde vejo os resultados das amostras processadas?

    Em "Listagem dos Resultados das Amostras".

    Nessa lista, é possível filtrar por: Status, Período, Status de Leitura, Número da Amostra/Kit, Código Externo, Chassi/Série, Tag/Frota, Família do Equipamento, Fabricante do Equipamento, Modelo do Equipamento, Tipo de Compartimento do Equipamento, Compartimento / Ponto de
    Coleta, Cliente, Grupo de Cliente, Unidade/Obra, Área, Setor e Programa. Saiba mais

  • 46.
    Há um manual completo do Sistema?
  • 47.
    Como fazer o Pré-Registro das coletas?

    Junto com o kit de coleta expedido acompanha uma ficha de identificação, onde serão preenchidos dados do equipamento e da coleta. Em muitos casos no ato do preenchimento acontecem erros, invalidando as informações da ficha. Devido a isso o Pré-registro da coleta no sistema é fundamental. E se realizado o Pré-registro a ficha de identificação não precisa de ser enviada e pode ser usada pelo cliente como um controle interno. Há duas formas de realizar o Pré-registro. Leia mais no link a seguir. Saiba mais

  • 48.
    Onde pré-visualizo o resultado de uma amostra enviada?

    Resultados das Amostras - Pré-visualização do relatório

    Nesta tela é possível analisar dados básicos do resultado. Saiba mais

  • 49.
    Como vejo e o que é a Saúde dos Equipamentos e Compartimentos?

    Gráfico da Saúde do Equipamento
    O relatório de Saúde do Equipamento tem o objetivo de trazer uma visão geral do equipamento, os compartimentos monitorados, seus respectivos status, o histórico de cada um deles e um link onde é possível acessar todos os resultados do equipamento. Somado a isso realizamos um levantamento em consideração dos últimos três status de cada compartimento, com cada status pontuando de forma diferente onde Normal e Atenção = 1; Anormal = 0,5 e Critico = 0.
    O número resultante desta conta
    corresponde à Saúde do Equipamento,
    que no seu exemplo abaixo corresponde
    a 90%. Quanto maior for esse número,
    melhor é a condição do equipamento. Com o envio de novas amostras é criado um gráfico, assim terá um histórico correspondente a linha de Saúde do Equipamento. Este número auxilia os gestores de manutenção a identificar a ordem de prioridade de inspeção/intervenção de cada equipamento. É apresentado também os
    dados cadastrais do equipamento e as
    edições que por ventura foram realizadas. Saiba mais

  • 50.
    O que significam os status das amostras?

    Status Normal: Amostras normais nas
    quais não é necessário realizar nenhum
    tipo de ação. Apesar de o resultado se
    apresentar normal, é importante
    manter a frequência de coleta, visto
    que uma alteração de status pode
    ocorrer a qualquer momento.
    Status Anormal: Amostras nas quais é
    necessária a realização de alguma
    intervenção/inspeção, mas o tempo de
    ação não é urgente. É importante
    destacar que esta ação ou inspeção
    pode ser realizada na próxima parada
    programada.
    Status Atenção: Amostras nas quais
    algum dado é faltante ou inconsistente
    (amostra sem informação de horímetro,
    amostra sem informação de óleo, dentre
    outras). Não requer, neste caso, uma ação
    no equipamento, mas sim uma verificação
    dos dados informados e do procedimento
    de identificação da amostra.
    Status Crítico: Amostras nas quais é
    necessária a realização de alguma
    intervenção/inspeção, com certa urgência.
    Neste caso, a recomendação é de parada
    imediata do equipamento para tomada de
    iniciativa, já que a consequência de
    prolongamento do resultado pode ser um
    agravamento do desgaste ou até mesmo a
    falha do compartimento. Saiba mais

  • 51.
    Onde vejo a lista de todos os ensaios realizados?

    Aqui você confere a lista de todos os Ensaios Realizados com a ALS e ainda poderá filtrar a lista por: Finalizados em (período), Cliente, Obra e Programa. Saiba mais

  • 52.
    Onde vejo um relatório gerencial de todas as amostras processadas?

    Na funcionalidade "Visão 360" do sistema, você vê relatórios a níveis gerenciais para a gestão dos ativos.

    Amostras Processadas

    Nesta opção, pode gerar relatórios com base nos seguintes filtros: Período de Finalização da Amostra, Obra / Unidade, Cliente, Tipo de compartimento e Família do equipamento. Saiba mais

Converse com o nosso especialista em análise de óleo e saiba como economizar e prolongar a vida útil do seu equipamento

Agende
ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS